Circuito Mundial de Vôlei de Praia encerra com arena lotada.

Publicado em 24/05/2019 15:02

As finais da etapa brasileira do Circuito Mundial de Vôlei de Praia lotaram a arena principal na manhã do último domingo (19/05) em Itapema. O grande público acompanhou as disputas pelo título na categoria masculino e feminino. A grande surpresa do dia foi a assinatura da ordem de serviço para a construção do novo ginásio de esportes do Bairro Casa Branca, o anúncio da permanência das quadras para escolinhas esportivas e o retorno da competição no que vem.

“A estrutura oferecida, a participação e apoio da prefeitura para esse evento foram incríveis. E por isso nós gostaríamos de comunicar que a Confederação Brasileira de Voleibol e a prefeitura de Itapema renovaram o vínculo e o Circuito Mundial estará aqui outra vez em 2020”, disse o diretor executivo da CBV, Radamés Lattari, antes da final feminina.

Itapema recebeu a competição em 2018, com sucesso junto aos torcedores e atletas. A estrutura, que já era impressionante, foi aumentada para 2019. A arquibancada neste ano contou com capacidade total para cerca de cinco mil pessoas. Foram usadas mais de 2.500 toneladas de areia na construção de cinco quadras de jogo e duas de aquecimento.

Campeãs da etapa, as norte-americanas April Ross e Alix Klineman, que venceram as canadenses Sarah Pavan e Melissa Paredes por 2 sets a 1 (23/25, 21/18, 10/15), elogiaram a estrutura e destacaram a qualidade das quadras e instalações. “É um evento do mais alto nível, com certeza. Eu amo jogar, amo que estamos perto da praia. A organização se certificou de que fosse utilizada uma areia de qualidade, o que é muito importante para os atletas. As pessoas vieram todos os dias, mesmo sem equipes do Brasil. Elas torceram, amam voleibol, ficou lotado. O hotel, a comida, os lugares para tomar açaí, todo foi perfeito. Com certeza vamos retornar ano que vem”, disse April Ross.

Os noruegueses Mol e Sorum ficaram com o título no naipe masculino, ao superarem os poloneses Fijalek e Bryl por 2 sets a 0 (21/19, 28/16). Eles, que em 2017 tinham ficado com a medalha de prata em Itapema, também comemoraram a permanência da competição na cidade para 2020 e elogiaram a ampliação da capacidade de público e dos eventos. “Amamos Itapema, uma ótima novidade saber que teremos um torneio aqui no próximo ano. Vimos que a arena está maior que no ano passado, definitivamente existe espaço para mais torcedores, está mais lotado, o que é ótimo. Adoramos jogar com a casa cheia e essa energia, isso é ótimo. Temos vários fãs do ‘time viking’ aqui, criamos esse vínculo com eles com a prata no ano passado, então é especial retornar”, declarou Mol.

A medalha de bronze do naipe feminino ficou com as canadenses Wilkerson/Bansley, que venceram as holandesas Stubbe/Van Iersel por 2 sets a 1 (21/19, 17/21, 22/20). A partida do bronze masculino não foi realizada, pois o polonês Losiak se lesionou. Com isso, os holandeses van de Velde e Christiaan Varenhorst ficaram com a medalha do terceiro lugar.

Créditos: Esporte



Esporte Itapema
Endereço: Rua 622, 63 - Tabuleiro - Itapema - SC
Telefone: (47) 3267-1580
E-mail: